quarta-feira, 29 de abril de 2009

Destrato

Justiça seja feita: o governo federal tem tratado bem as Universidades Federais. Agora mesmo, o Curso de Medicina, da UFBa, depois de descer ao nível berimbau, acaba de receber 2,5 milhões do governo Lula. Quem dera, ah quem dera, que isto servisse de exemplo ao governo Wagner que trata as Universidades Estaduais, no limite da miséria, e o Curso de Medicina, da UEFS, como cachorro sem dono...

2 comentários:

  1. Nilton de Almeida Araujo30 de abril de 2009 05:30

    Sr. Articulista, bom dia. Que há de haver uma tomada de responsabilidade do governo do estado ante as universidades estaduais é um fato! Que é preciso dar condições de trabalho aos seus professores, estudantes e funcionários, então, nem se fala.
    Mas quanto ao curso "descer" ao nível do berimbau, o verbo correto é "subir"! Berimbau é africanidade, é brasilidade, é agilidade, é ginga, é coisa nossa! A partir do momento em que os médicos brasileiros forem formados com mais africanidade, brasilidade, agilidade e ginda, tenho certeza que os futuros pacientes agradecerão.
    Saudações históricas.
    Nilton de Almeida

    ResponderExcluir
  2. Nilton

    Não quis menosprezar o berimbau, nem quanto a cor, origem, e sonoridade, que, aliás, adoro, mas só remeter ao famoso episódio do Curso de medicina da UFba, mas, obrigado pelo alerta de um outro olhar...valeu..berimbaus ao fundo...

    ResponderExcluir